quarta-feira, dezembro 22, 2010

Surreal é o que se pode chamar...

...ao facto de ter ido às compras com o meu namorado. Acho que tão cedo não passo pelo mesmo xD
Odeio fazer compras, nem têm noção. Sempre que estou à frente de uma loja é o amrtírio para me decidir a entrar. E sempre que lá estou dentro só me apetece sair. Não consigo explicar a não ser que não sou normal.
Sempre que poder evitar ir às compras arranjo sempre desculpas. Mas neste caso não consegui.
Estava a dirigir-me muito calmamente para o local de encontro quando o vejo assim muito longe. Ai as saudades a rebentarem. 
No entanto, depois de um beijito casto a primeira coisa que ele me diz é: "Vais às compras comigo. O meu pai deu-me uma nota gorda e por isso vou comprar calças e vais ajudar-me a escolher!".
Eu fiquei do género: "A sério Bruno??"
Pensei que seria um momento da minha vida no mínimo peculiar e na realidade foi. 
Ter de andar à procura de calças da cor que ele gostava, ver os tamanhos e os cortes das calças, se tinha botões ou rasgões... Que pesadelo.
Mas o pior foi a parte de experimentar as calças. Entre risos matreiros e frases atrevidas lá se decidiu por umas calças que no início ficavam no fundo do rabo, literalmente, por serem um número acima do dele. E lá tive de andar eu à procura do dito tamanho certo.
Até foi produtivo. Vê-lo com umas calças que efectivamente o favorecem até foi bom. (tenho de ter cuidado é com aquelas meninas do Mini-Preço que até paralizam só de olhar para ele. Segundo ele. raio moço)

Mais à noite, a minha mãe disse-me que iamos ao cinema. Ha ha. Qual não é a minha alegria quando descobri que podia matar dois coelhos de uma só cajada. =)
Podia ir ver finalmente este filme:

 ... e levar a minha melhor amiga para nos rirmos e para pormos a conversa em dia.
Do filme basta dizer que é da Disney e foi fantástico, apesar de nas músicas não se perceber muito bem as letras por ter sido dobrado em português. Mas tem saídas fantásticas. Do género: "Será que a minha mão vai ficar com super-força? É que dava muito jeito!". Ou então numa cena em que o Flynn Rider (um dos protagonistas) está a fugir de umas setas em cima do cavalo Maximus. Nesta cena o raio do cavalo consegue desviar-se das setas que se apresentam pela retaguarda e nisto a minha melhor amiga diz algo do género: "Ele deve ter visto as setas pelo olho do cú, é que só pode!".
A sério. Foi fantástico e mesmo assim ainda falta muita conversa para por em dia.
Para um início de férias as coisas prometem :D 

3 comentários:

Manganet disse...

Tenho de ir ver esse filme! :D

andré disse...

dps diz se o filme vale a pena ir ver, sff

David disse...

Já vi o filme =D Personagem favorita - Maximus, o cavalo que abana a cauda como um cão (x