terça-feira, julho 20, 2010

Ele















Hoje estive com ele.
Não tenho muito para dizer.
Basta-me pensar nele e logo me perco.
Mas hoje algo me recordou de uma sensação longínqua que tive.
Era uma bela tarde de primavera e estavamos apenas abraçados.
Recordei-me disto:

"Até agora, eu estava sempre nervosa quando nos beijávamos e a minha mente bloqueava e só aparecia um fundo branco.
Eu não via nada à nossa volta e o tempo parecia parar, ficava imutável e preso num outro mundo onde só existiamos eu e ele, onde nada mais importava.
Foi nesse pequeno momento em que absorvi o cheiro dele. Um cheiro de rapaz que nada tem de semelhante ao das raparigas.
 Era um cheiro quente e agradável que me captou a atenção.
Eu queria permanecer envolvida por ele mas o contacto fugiu-me.
Eu queria mais, eu queria tocar, queria sentir, queria perder-me nele.
Senti o frio. Antes de ele me tocar eu estava paralizada em toda a extensão do meu corpo.
A minha face começou lentamente a ganhar um rubor característico e senti-me a rebentar por dentro.
Um pequeno gesto, uma palavra e já estava novamente nos braços dele."

6 comentários:

Joana disse...

Olá querida x)
Muito obrigada por seguires. Eu gostei muito do teu blog, tanto o design como os textinhos :)
Também me identifico neles, logo neste :)

Beijinhos, vou seguir :)

KákáChi disse...

Obrigada Joana ^^
E não tens nada que agradecer ora :D

♀ Liadan disse...

Obrigada! :D Também gostei muito do teu blog.
Neste post está escrito exactamente aquilo que eu senti há uns dias atrás *.*

Liliane disse...

Está tao fofinho Káká *.*
Adoro quando escreves estas coisinhas =)

Daniela* disse...

Q lindo*
Gostei imenso, como é bom "amar" alguém! Todas as sensações se tornam unicas e inexplicaveis!

Um beijinho*

Sigo-te :)

Sílvia Macedo disse...

Escrevo tudo o que sinto!
Obrigada por me seguires, muito obrigada mesmo